Vistoria de apartamento: Saiba tudo sobre o assunto

Como já explicamos (neste post) sobre cuidados para comprar um apartamento na planta, visitar a obra antes e depois de adquirir o imóvel é fundamental para vistoriar se o que foi oferecido pela construtora está sendo realmente posto em prática e se precaver de futuras dores de cabeça.

Se você tem dúvidas sobre vistoria de apartamento e quer saber mais sobre o assunto, confira este artigo onde explicaremos como funciona uma vistoria e o que deve ser analisado durante o processo.

O que é uma vistoria de apartamento

Antes de mais nada, é importante explicar sobre esse procedimento. De forma resumida, trata-se de uma verificação das condições do imóvel, tendo como finalidade identificar e documentar cada detalhe para que o comprador tenha garantias sobre a situação do mesmo na hora da entrega.

Segundo a engenheira civil Maria Clarice Rabelo, integrante da Câmara de Avaliações e Perícias do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), é fundamental que no momento da vistoria de entrega do bem, os proprietários façam uma avaliação criteriosa de todas instalações e reportem para a construtora qualquer defeito, mau funcionamento, falha na execução ou falta de itens que constam no memorial descritivo do imóvel.


Qual a importância desse procedimento

Como já visto no tópico anterior, é a vistoria que vai garantir que o apartamento se encontre nas condições acordadas em contrato e prometidas pela construtora. Basicamente, ela servirá como instrumento de defesa tanto para quem está adquirindo o imóvel quanto para quem está vendendo.
No caso de apartamentos, a estrutura individual é responsável pela estabilidade do todo, já que tanto a construção original quanto reformas posteriores podem impactar na segurança de todos os moradores do prédio.


Check-list vistoria de apartamento


Agora que você já sabe o que é uma vistoria de imóvel e qual a sua importância, separamos algumas dicas para que este procedimento seja bem feito.

– Faça com calma: Tenha em mente que este é um momento importante, e que se algo passar pela sua análise inicial, você poderá ter dor de cabeça para reformar mais tarde. Sendo assim, marque a vistoria para um dia em que não tenha compromissos, assim terá tempo o suficiente para testar cada detalhe do imóvel. Não esqueça de anotar todas as irregularidades encontradas, fotografando tudo.

– Lembre-se dos documentos: Tenha em mãos o memorial descritivo do prédio, documento que contém todas as informações técnicas e que é entregue pela construtora durante a venda do imóvel. Confira se o que está escrito realmente foi utilizado na obra.

– Contrate um profissional: Um profissional da área tem um olhar muito mais crítico, estando mais atento a pequenos detalhes.

– Monte um kit: A ideia é checar cada item do apartamento, detalhe a detalhe. Leve consigo adesivos, lâmpada, mangueira e balde, além do papel e caneta para anotar o estado de cada coisa. Se encontrar um erro, cole um adesivo no local, fotografe e anote em um papel para cobrar a construtora mais tarde.

– Teste toda parte elétrica: Lembre de testar cada ponto de luz, tomadas e fiação elétrica. Caso tenha algum bocal sem lâmpada, teste com a que você levou em seu kit. Verifique também se o interfone está funcionando.

– Teste a parte hidráulica e esgoto: Abra todas as torneiras e puxe todas as descargas, reparando no fluxo de vazão da água e se existe algum vazamento. Jogue água em todos os ralos, verificando se não estão entupidos, repare também se a água está escoando diretamente para eles.

– Avalie cada parede: Repare na pintura de cada parede e teto, manchas e bolhas podem ser indícios decorrentes de infiltração. Caso haja gesso, procure irregularidades. Cheque também o nivelamento das paredes.

– Revestimentos e rejuntes: Procure rachaduras, manchas e trincas nos pisos e azulejos, checando se não há desníveis e se a coloração está uniforme. O rejunte também deve estar em perfeito estado.

– Esquadrilhas, janelas e portas: Abra e feche todas as janelas e portas, verificando se não estão prendendo no piso e se as fechaduras funcionam facilmente. Veja se as janelas não estão manchadas, arranhadas ou com respingos de tinta. As espadrilhas também devem estar perfeitas, sem ferrugem ou com falhas na pintura. Se o imóvel possuir venezianas, feche-as para deixar o cômodo escuro. Qualquer ponto de luz pode indicar falha na vedação.

Agora que você já sabe todas as dicas de como fazer uma boa vistoria em seu imóvel, confira aqui as diferenças entre apartamento de alto padrão e apartamento padrão comum.

Você também pode ler aqui sobre a tendência dos apartamentos compactos.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e nos siga nas redes sociais.

Referências
Racon Consórcios, Gazeta do Povo



1
Procurando o apartamento ideal para você? Fale com a Daxo agora!
Powered by